mobilizar - equipar - servir

Gateway é uma plataforma para linkar projetos e iniciativas locais a organizações e equipes internacionais, focando o estabelecimento de valores e princípios do Reino de Deus.

Gateway significa: “portão de entrada”, e proporciona uma plataforma para linkar iniciativas e projetos locais a organizações e equipes nacionais e internacionais; promovendo e facilitando o mandamento de Jesus: "Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura." (Marcos 16.15)

A visão teve início em Hong Kong, com o objetivo de mobilizar e equipar jovens chineses para levarem o evangelho às partes inalcançadas do mundo, até chegar em Jerusalém. Hoje, a visão se expandiu para vários países. No momento existem sete Gateways, além do Brasil, funcionando ativamente ao redor do mundo (Hong Kong, Quirguistão, Taiwan, África do Sul, Holanda, Mongólia e Armênia). Aqui no Brasil a cidade escolhida foi São Paulo, por ser um local que reúne várias culturas e raças diferentes. É também, uma das cidades mais estratégicas da América Latina, funcionando como portão de entrada e saída para outros países, tanto comercialmente como culturalmente.

Foi fundado por Dale Kaufmann (fundador do ministério de King´s Kids Internacional). Sendo assim, é uma expressão de King´s Kids Internacional, com a visão de mobilizar, ir, servir e estabelecer parcerias. Está fundamentado nos valores e princípios que temos no ministério de KKI, como servir e abençoar as nações.

 

Os três pontos principais do Gateway são:

1. Famílias e a nova geração (Geração emergente):

Há muita amargura e ressentimentos nas famílias e isso causa um sofrimento imediato na geração emergente. É o nosso desejo ver um estilo de vida do Reino de Deus em nossas casas e país. O mundo diz hoje que a essência do que nós somos está no que fazemos. Porém, nós cremos que o Brasil precisa mover-se na direção de um estilo de vida baseado nos valores deste Reino, ao invés de encará-lo como atividades ou eventos religiosos. Se não alcançamos esse estilo de vida em nossas casas, então não alcançaremos em nossos ministérios ou trabalhos.

2. Conectar e linkar gerações:

Muitas bênçãos são liberadas quando as gerações estão unidas. Isso traz uma benção, também, para a nação (Ml 4.6). É nosso desejo que através do Gateway as gerações possam aprender a andar juntas em fé, alegrando a Deus, enquanto Ele se manifesta como o Deus das gerações.

3. Aprender a alcançar as Nações:

Abrir nossos corações para parcerias com as nações e criar oportunidades para serví-las. Como o Brasil tem sido uma nação receptiva, nós cremos que agora é o tempo para sermos o país que enviará e compartilhará bênçãos para a América do Sul e todo o mundo.

Entre nossos objetivos estão:
1. Receber:
Abrir os portões dos nossos corações, casas e cidades para receber a presença do Rei dos reis e Senhor dos senhores. (Salmo 24);

2. Unir:
Unir os seguidores de Jesus Cristo de todas as denominações e gerações. Unir também famílias, gerações, culturas e nações;

3. Estabelecer parcerias:
Parcerias em adoração, reconciliação, oração, treinamento, serviço e amizade com os seguidores de Cristo de outras cidades e nações;

4. Servir:
Servir juntos com parceiros locais e internacionais dentro da cidade “Gateway” no Brasil, América do Sul e ao redor do mundo, de maneira a promover vida e luz;

5. Dar suporte:
Preparar e mobilizar os cristãos no Brasil.


O Gateway se divide nas seguintes partes:
1. Treinamento:
De crianças, adolescentes, jovens e famílias, promovendo o link entre as diferentes gerações e culturas. É desenvolvido durante o ano, para ajudar as equipes de diferentes denominações a se prepararem e maximizarem seus potenciais. É realizado através de workshops para líderes em treinamento e ministérios com a nova geração. King´s Kids Brasil é um dos parceiros principais para oferecer esse treinamento.

2. Acampamento:
É o ponto de conversão, onde todos, de diferentes idades e culturas, se encontram no mesmo local para um tempo de 5 dias. É um tempo para as equipes terem a oportunidade de vivenciar momentos de intercessão, devocional e louvor, assim como a oportunidade de ouvir testemunhos de pessoas de vários lugares do mundo, além de serem ministrados por diferente preletores. Há, ainda, vários workshops de diferentes estratégias, como dança, esportes, aventura, mídia, entre outros.

3. Prático:
Todas as equipes terão a oportunidade de sair a fim de servir outras localidades ou nações, cada uma direcionada para o local de acordo com o perfil dos participantes. É um tempo chave para se criar oportunidades futuras de parcerias e desenvolvimento mútuo.